AGRICULTURA

Agricultura Brasileira: uma história de sucesso e persistência

Hoje, 17 de outubro, é o Dia Nacional da Agricultura, data mais do que ideal para refletirmos sobre tudo o que este setor representa para nós e o que nós representamos para o mundo.

Quem olha hoje para a agricultura brasileira e sua relevância na produção agrícola mundial nem imagina o quanto essa história é composta por bons e maus momentos. Por um lado, a produção da cana no início da colonização e o protagonismo na cafeicultura global. Por outro, a escassez de tecnologia agrícola e as dificuldades que o setor encontrou para acompanhar o desenvolvimento do país na década de 60.

Mas é como dizem: brasileiro não desiste nunca. E tanta persistência serviu de trampolim para que o país chegasse aonde chegou.

Um dos maiores exportadores agrícolas do mundo e terreno fértil para oportunidades, o Brasil se destaca por seus excelentes índices de produtividade na agricultura e na pecuária. Entre 1975 e 2015, por exemplo, a média anual de crescimento da produtividade foi de 3,58%.

Outros dados demonstram o quanto a agricultura brasileira é importante ao redor do mundo: o país é o maior produtor mundial de café, cana-de-açúcar e laranja. Também é um dos principais produtores de soja e milho em todo o globo. Além disso, são grandes as expectativas para o futuro, sendo o lar de inovadoras agritechs (empresas de tecnologia focadas no agronegócio) e destaque internacional na adoção da Agricultura 4.0.

É claro que nem tudo são flores e existem diversos pontos de melhoria e otimização para o setor, como a adoção mais incisiva de medidas sustentáveis, por exemplo. No entanto, em uma data como a de hoje, é importante lembrar que a história mostra o quanto colhemos bons resultados mesmo que, em alguns momentos, o plantio tenha sido difícil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *